FLACIDEZ DE PÁLPEBRA

Tratamentos que estimulam a produção de fibras de colágeno e elastina, melhorando a flacidez palpebral tanto superior quanto inferior.

BLEFAROPLASTIA NÃO CIRÚRGICA

Eletrocautério / Jato de Plasma

Eletroterapia que causa pequenas lesões no tecido provocando a retração da pele, produzir colágeno e elastina, melhorando todo o aspecto da pele da região.

LASER DE CO2 FRACIONADO

Eletroterapia

Emite ondas eletromagnéticas e junto com a elevação da temperatura no tecido, estimula a produção de colágeno e elastina (fibras de sustentação). Diminui a flacidez, atenua as rugas e sulcos (como o sulco nasogeniano, vulgo bigode chinês).

RADIOFREQUÊNCIA MICROAGULHADA

Eletroterapia

  Aparelho de radiofrequência fracionada que contém essas microagulhas "garfinho" estimulando novas fibras de colágeno e elastina tanto pela punturação quanto pela elevação de temperatura local. Inicia o processo de reparação tecidual promovendo uma melhora na flacidez. 

FIOS DE PDO

Fios absorvíveis de polidioxanona

São fios 100% absorvíveis compostos de polidioxanona (PDO) que promove o lifting facial e estimula a produção de colágeno, através do processo cicatricial em torno deles. São absorvidos em torno de 6 a 8 meses, porém os efeitos gerados em relação ao estímulo de colágeno se mantém. Para a flacidez palpebral é indicado este tratamento no caso de elevação de sobrancelha ou estímulo de colágeno na pálpebra inferior. Produzem um lifting não cirúrgico e natural, é realizado em consultório sob anestesia local e retorno imediato às atividades normais com alguns pequenos cuidados.